A influência da Geração Z no trabalho

Antes de aprofundarmos no detalhe da geração Z no trabalho, pedimos a você que caminhe por alguns minutos no metrô ou na rua e perceba a quantidade de pessoas que estão usando celular perto de você. No mínimo, 8 em 10 pessoas que cruzarem sua frente estarão nesta situação.

Isso é uma das características do que chamamos de Imediatismo Digital.

O que é o Imediatismo Digital?

Pois bem, com o avanço das tecnologias, vivemos atualmente em um mundo globalizado, onde recebemos informações a todo momento por estarmos sempre conectados em celulares, computadores e tablets e o resultado disso é a nossa transformação em pessoas imediatistas. Mas agora você deve estar se perguntando, o que é esse imediatismo?

Este assunto desperta diferentes pontos de vista, mas o que destacamos são dois deles. O primeiro, tem a ver com a realização de diversas tarefas ao mesmo tempo, com facilidade e agilidade, ou seja, respondemos whatsapps enquanto olhamos o waze, ou pedimos uma informação na rua; enfim, o imediatismo proporcionou uma rapidez na divulgação e no acesso à informação.

Um segundo ponto de vista, mostra que nem tudo é tão maravilhoso quanto parece. No campo da psicologia, entende-se que se esse consumo de informação não for controlado, ele pode se tornar um empecilho em sua rotina diária. Por quê? Porque a cada segundo de nossas vidas, novas tecnologias surgem e nos sentimos (mesmo inconscientemente) na obrigação de dar conta de tudo, portanto, perdemos a capacidade de planejar e de priorizar nossas atividades de uma maneira controlada. Nossa vida sofreu uma reviravolta e nos tornamos completamente dependentes, chegando a ficarmos viciados em tecnologia. É assim que trazemos para nossas vidas, os sentimentos de angústia, estresse, impotência e muitos outros.

Uma das gerações mais afetadas por essa transformação, é a geração Z, que vamos falar em seguida.

A Geração Z

Podemos falar sobre essa reviravolta a partir dos anos 90,quando a geração Z começou a nascer. Uma geração que nasceu no meio tecnológico, formada por pessoas jovens, que entendem as ferramentas de mídia melhor do que qualquer outra pessoa, ou seja, estão sempre a um passo à frente das gerações anteriores. Esses jovens então, são a prova viva do imediatismo. Jovens antenados na internet 24 horas, que se conectam e compartilham suas experiências com o mundo todo, através de diversas ferramentas que estão inovando a cada dia que passa.


O perfil de um jovem da geração Z, é muito dinâmico, interativo e flexível, e por esses motivos,  são muito otimistas, acreditam que podem fazer a diferença, são jovens que costumam a ser mais propícios a desenvolver atividades com criatividade, sempre de modo ágil e inovador.

Ocorreu um acontecimento interessante anos atrás, quando o whatsapp parou de funcionar no último dia do ano de 2015 e no site do G1, a notícia divulgada foi a seguinte:“ Na tarde desta quinta, o assunto “meu WhatsApp” estava entre os assuntos mais comentados do Brasil no Twitter. No mundo, a hashtag #WhatsApp também estava entre os Trending Topics do microblog”, ou seja as pessoas ficaram “loucas”, desesperadas, foram atrás de outro meio de comunicação, neste caso o Twitter, para mostrar suas indignações.

Mas qual a razão disso tudo? O Imediatismo Digital, onde o jovem não consegue ficar 1 dia sem mexer no whats, instagram, twitter…. a procura pela informação/comunicação de rápido acesso, que está muito presente em nossos dias. E você, o que acha disso?

O Imediatismo Digital nas empresas

As empresas mais contemporâneas estão alertas para este hábito e quando falamos em Inovação, também buscam estarem conectadas com essa geração Z no trabalho. Desta forma, usam o Imediatismo Digital a seu favor, fazendo com que haja uma troca de conhecimento entre as diferentes gerações de seus colaboradores, e uma disseminação de informações na maior quantidade de canais que consigam se comunicar com seu público-alvo.

Um exemplo de empresa inovadora que aproveita deste Imediatismo Digital é o Rappi. Usando de influencers (blogueiros ou celebridades que suas opiniões influenciam no consumo de algum produto) eles propagam sua mensagem em diferentes mídias usando do espaço destas pessoas de forma orgânica. Tudo isso gera audiência em sua plataforma e, por consequência, mais vendas.

Este é apenas um de vários exemplos de negócios que estão se aproveitando, de uma forma saudável, da onda do Imediatismo Digital. 

Apps que estão pensando nisso

Sabendo deste hábito que está se espalhando cada vez mais, empresas e startups estão criando ferramentas para suprir essas necessidades, inovando a cada dia. Um exemplo de empresa que está pensando em um futuro para essas pessoas, é o Trello, um app que permite um gerenciamento de ideias, projetos e tarefas em listas versáteis e que podem ser ajustadas de acordo com as necessidades do usuário, ou seja, através desta ferramenta há a possibilidade de um descarregamento de diversas tarefas que estão ocupando sua mente. Não só o Trello, mas outras plataformas estão no mercado pensando na organização e eficiência diária para as pessoas como por exemplo, ferramentas que substituem os emails e acabam com as caixas de entrada lotadas, a Hubblefy.  Vale a pena pesquisar.

Agora, queremos saber sua opinião e tente responder a seguinte pergunta, “Como a geração z e o imediatismo digital podem lhe impactar no trabalho?”.

Compartilhe e levante este assunto nas suas redes.

  • Compartilhar: